quinta-feira, 26 de julho de 2007

Rabinos

שלום - Shalom

Tenho visto muitas pessoas, com sede de serem ouvidas e respeitadas, atribuirem a si mesmas o título de "rabino". Para uma pessoa se tornar rabino, deve estudar em uma "yeshivá", uma academia judaica, e deve ser ordenada por outro rabino, deve haver transferência de autoridade. Ninguém pode, de uma hora para outra, dizer que é rabino e pronto !!!

Isso acontece ainda mais no meio virtual. Seja em salas de bate-papo, seja em sites de relacionamentos, fóruns, listas de discussões, etc. Agora mesmo estou participando de uma discussão em um fórum onde uma pessoa que se diz rabino, defende os ensinos cristãos dos chamados "pais da igreja". Ora, todos nós sabemos que depois da morte dos Emissários (apostolos), a igreja entrou em um período de trevas espirituais que só estão se extinguindo recentemente, e por isso toda e qualquer doutrina formada a partir desse período, deve ser rejeitada.

As pessoas não devem ter essa ânsia pelo reconhecimento e pelo respeito. Já diz o velho ditado: "quem quer respeito, dá respeito" , ou seja, se a pessoa quer ser respeitada, então comece nos respeitando e não com mentiras. Essa pessoa mesmo, com a qual estou discutindo, se nega a responder em qual yeshivá estudou, e por quem foi ordenado rabino. Não querendo julgar ninguém, mas entrando na desconfiança humana, eu acho que não é rabino coisa nenhuma, e só está querendo aparecer.

Como disse o Matheus Guimarães, do Ministério Ensinando de Sião, o homem cai no pecado pelos 3 "Gs" em inglês:

  • Girls - garotas;
  • Gold - ouro;
  • Glory - glória.

Dentre todas essas coisas, a que tem maior incidência seria a glória, pois todo homem gosta de ter reconhecimento, de ser aplaudido, ter fama, destaque, é também a vaidade, que faz a pessoa ficar cega para valores e princípios que formam o caráter da pessoa.

Yeshua nos advertiu quanto a esse tipo de coisa. Ele nos disse para quando jejuarmos, por exemplo, não aparecermos com cara de sofrimento por estarmos jejuando a fim de que os homens nos vejam e nos reconheçam como santos ou coisa parecida. Disse também para não aumentarmos nossos tzitziyot (franjas) para termos destaque diante dos homens.

A própria vestimenta do cohen-hagadol (sumo-sacerdote), possuía a mitra sacerdotal, que representava os pecados pela altivez, e também por isso que usamos kipá, para que nos lembremos que temos alguém que está acima de nós, e que isso faz todos os homens iguais perante o Eterno.

Para finalizar, eu quero dizer que ninguém deve buscar a honra. Yeshua nos ensinou que se buscarmos primeiro o Malkhut haShamaim (Reino dos Céus), tudo o mais nos seria acrescentado.

No Mashiach,

Yossef

P.S: Tomem cuidado com um testemunho de um falso rabino chamado "Saulo Sharabi", que circula por aí. Eis o link para o testemunho: http://www.fontegospel.com/mensagem/msg/rabino/1.html . Não é rabino, muito menos judeu, e vive de enganar congregações cristãs contando o testemunho inventado de sua vida. Maiores informações sobre falsos rabinos, visite http://yeshuachai.org/forum/viewtopic.php?t=884&start=75&sid=d5b9a96cfb0500a318424feacee497a0

4 comentários:

maria madalena disse...

Shalom Yossef!
Concordo plenamente com você.
Está virando moda ter título de rabino..Só não está na moda guardar
os mandamentos do Eterno..Shabat..
festas biblicas, isto é coisas de judeus.

No Mashiach
Maria Madalena

Alan disse...

1. Crer em D'us
.
.
.
.
613. Não deve um rei possuir muito dinheiro.

Rav. Saulo Sharabi não mentiu

haTalmid disse...

Alan, pode me dizer quem foi que ordenou o Saulo Macedo como rabino?

Irmão Walace disse...

Olá, sou um seguido de Jesus e gostaria muito de poder estudar junto a um rabino, isso é possivel?
Será que eu posso ir pra Israel e se tornar um discipulo de algum rabino?